Ataque à vodafone

ataque à vodafone

Qual a repercussão do ataque à Vodafone?

Que repercussões é que o ataque está a ter? Se o ataque ao grupo Impresa (SIC, Opto, Expresso) no início de janeiro teve grandes repercussões — ainda hoje a empresa conta com sites provisórios –, um ataque à Vodafone foi mais disruptivo para o país.

O que aconteceu com a Vodafone depois de ter sido alvo de um ciberataque?

Depois de ter sido alvo de um ciberataque durante a noite desta segunda-feira, a Vodafone tenta recompor-se. O ato terrorista de que foram alvo está a ser investigado pelas autoridades, e noutros países também houve serviços comprometidos. Para já, a prioridade da operadora é o restabelecimento de serviços. Já tem conta?

O que aconteceu com o serviço de telecomunicações da Vodafone?

A explicação foi dada pelo CEO da Vodafone Portugal, em conferência de imprensa, que classificou o ciberataque com um ato terrorista e criminoso. Na noite de segunda-feira, os clientes ficaram sem serviços, que estão a ser repostos aos poucos, dada a gravidade do ataque.

Por que a Vodafone tenta recompor-se?

Depois de ter sido alvo de um ciberataque durante a noite desta segunda-feira, a Vodafone tenta recompor-se. O ato terrorista de que foram alvo está a ser investigado pelas autoridades, e noutros países também houve serviços comprometidos. Para já, a prioridade da operadora é o restabelecimento de serviços.

Quais foram as consequências do ataque à Vodafone?

Uma das consequências deste ataque à Vodafone foi a afetação das transferências financeiras, nomeadamente na rede Multibanco. A rede Multibanco tinha meios alternativos e começou a recuperar, não com a qualidade de serviço global que tinha antes, mas começou a recuperar poucas horas depois.

O que aconteceu com a Vodafone depois de ter sido alvo de um ciberataque?

Depois de ter sido alvo de um ciberataque durante a noite desta segunda-feira, a Vodafone tenta recompor-se. O ato terrorista de que foram alvo está a ser investigado pelas autoridades, e noutros países também houve serviços comprometidos. Para já, a prioridade da operadora é o restabelecimento de serviços. Já tem conta?

O que aconteceu com o serviço de telecomunicações da Vodafone?

A explicação foi dada pelo CEO da Vodafone Portugal, em conferência de imprensa, que classificou o ciberataque com um ato terrorista e criminoso. Na noite de segunda-feira, os clientes ficaram sem serviços, que estão a ser repostos aos poucos, dada a gravidade do ataque.

Quais são os serviços afetados pelo ataque cibernético da Vodafone?

Bancos, INEM, corporações de bombeiros, unidades de saúde como o Centro Hospitalar Universitário do Porto, mas também alguns multibancos do país, e ainda o Instituto Português do Mar e da Atmosfera foram alguns dos serviços afetados na sequência do ataque cibernético de que foi alvo a Vodafone Portugal na noite de segunda-feira, 7 de fevereiro.

O que está acontecendo com os serviços da Vodafone em Portugal?

Os serviços da operadora de telecomunicações Vodafone encontram-se, neste momento, com vários problemas técnicos em Portugal, que está a afetar “uma percentagem significativa de clientes” — que reportaram falhas no serviço de internet, telefone e televisão.

Quais são os problemas da Rede Vodafone?

De acordo com o portal Downdetector, 52% dos utilizadores queixaram-se de falha geral da rede, 25% da falta de sinal e 24% da Internet móvel. Lisboa, Amadora, Porto, Braga, Coimbra, Vila Nova de Gaia, Rio Tinto, Santo Tirso e Maia são as localidades com mais relatos.

Como saber se a Vodafone tem de ressarcir os clientes?

Segundo Jorge Morais Carvalho, especialista em Direito do Consumo e diretor do mestrado em Direito e Tecnologia da Nova School of Law e do Nova Consumer Lab, é necessário olhar em “concreto” para as cláusulas dos contratos que a empresa tem celebrados com os clientes para se dizer se a Vodafone tem de ressarcir os clientes.

Postagens relacionadas: