Fibromialgia sintomas pontos dolorosos

fibromialgia sintomas pontos dolorosos

Onde dói a fibromialgia?

Quando questionados onde dói, muitos respondem: dói tudo. São dores constantes, que pioram ao toque. O paciente com fibromialgia tem um limiar para dor mais baixo, isto é, estímulos dolorosos de intensidade igual são muito mais sentidos por quem tem a doença.

Quais são os pontos de dor da fibromialgia?

A imagem a seguir mostra a localização dos pontos de dor da fibromialgia: O principal sintoma da fibromialgia é a dor generalizada no corpo que dura pelo menos 3 meses e que pode ficar mais intensa quando alguns pontos do corpo são pressionados, conhecidos como pontos da fibromialgia.

Quais são os sintomas da fibroomialgia?

O paciente com fibromialgia tem um limiar para dor mais baixo, isto é, estímulos dolorosos de intensidade igual são muito mais sentidos por quem tem a doença. Uma descrição que resume bem os sintomas da fibromialgia é a de sensação de estar com uma forte gripe que não passa, causando dor no corpo, mal estar, dor de cabeça e astenia.

Por que as pessoas com fibromialgia sentem mais dor?

Na verdade, seria como se o cérebro das pessoas com fibromialgia estivesse com um “termostato” ou um “botão de volume” desregulado, que ativasse todo o sistema nervoso para fazer a pessoa sentir mais dor. Desta maneira, nervos, medula e cérebro fazem que qualquer estímulo doloroso seja aumentado de intensidade.

Qual é a origem da fibromialgia?

Exatamente pela falta de achados objetivos, a fibromialgia era no passado considerada uma doença de natureza psicossomática (de origem psicológica). Seu reconhecimento como “doença real” só foi obtido em 1987.

O que acontece com os pacientes com fibromialgia?

Por muito tempo pensou-se que a fibromialgia era uma “depressão mascarada”. Hoje, sabemos que a dor da fibromialgia é real, e não se deve pensar que o paciente está “somatizando”, isto é, manifestando um problema psicológico através da dor.

Quais são os defeitos típicos da fibromialgia?

No início da década de 80, descobriu-se que pacientes com fibromialgia apresentam um defeito típico no sono – uma dificuldade de manter um sono profundo. O sono tende a ser superficial e/ou interrompido.

Como fazer o diagnóstico de fibromialgia?

Se o médico fizer uma boa entrevista clínica, pode fazer o diagnóstico de fibromialgia na primeira consulta e descartar outros problemas. Na reumatologia, são comumente usados critérios diagnósticos para se definir se o paciente tem uma doença reumática ou outra.

Quais são os sintomas da fibromialgia?

O principal sintoma da fibromialgia é a dor muscular, que se concentra nos chamados pontos hipersensíveis localizados em áreas como pescoço, ombros, braços, quadril, costas e pernas. É bom destacar que a dor não é articular e que não provoca nenhuma alteração, nem nos tecidos nem nas células.

Como é o sono das pessoas com fibromialgia?

O sono das pessoas com fibromialgia é leve e facilmente perturbado. De manhã as pessoas irão sentir-se mais exaustas, o que contribui para o aumento da fadiga. Testes realizados em laboratórios de sono mostraram que as pessoas com fibromialgia são constantemente interrompidas por picos de atividade cerebral, como se estivessem acordadas.

Quanto tempo dura a fibromialgia?

O principal sintoma da fibromialgia é a dor no corpo, que costuma ser pior nas costas e no pescoço e que dura pelo menos 3 meses.

Quais são os critérios para o diagnóstico da fibromialgia?

O Colégio Americano de Reumatologia publicou em 1990 os seguintes critérios para o diagnóstico da fibromialgia: Sintomas de dor generalizada, que ocorrem acima e abaixo da cintura e afetam os lados direito e esquerdo do corpo. Dor à palpação em pelo menos 11 dos 18 pontos sensíveis ilustrados abaixo.

Postagens relacionadas: