Litiase biliar

litiase biliar

Qual a diferença entre litíase biliar e cálculo biliar?

O que é litíase biliar? A litíase biliar, também conhecida popularmente como pedra na vesícula ou cálculo biliar, nada mais é do que um aglomerado de substâncias que se forma dentro da vesícula. Ele pode ter diferentes formatos e tamanhos e se assemelha a cristais de rocha.

Quais são os fatores de risco para a litíase biliar?

Os principais fatores de risco para a formação da litíase biliar são obesidade, dieta rica em gorduras animais, falta de exercício físico, longos períodos de jejum, uso de hormônios e contraceptivos. Mulheres, pessoas com mais de 60 anos, gestantes, diabéticos e pessoas com cirrose do fígado também são mais propensas a desenvolver a litíase biliar.

Qual a função da vesícula biliar?

A vesícula biliar, pequeno saco localizado próximo ao fígado, é responsável por armazenar a bilis, que é produzida no fígado e contém bilirrubina e colesterol. Essas substâncias podem “cristalizar” se a bilis na vesícula ficar mais concentrada.

Quais são os cálculos biliares?

Nos Estados Unidos, cerca de 20% das pessoas com mais de 65 anos e cerca de 10% de todos os adultos apresentam cálculos biliares. Os cálculos na vesícula biliar (denominado colelitíase), às vezes, passam pelos dutos biliares ou podem se formar neles. Os cálculos nos dutos biliares são denominados coledocolitíase.

Como o cálculo biliar pode erodir a parede da vesícula biliar?

A inflamação provocada pelos cálculos biliares pode erodir a parede da vesícula biliar, às vezes, resultando em um orifício (perfuração). A perfuração resulta em vazamento do conteúdo da vesícula biliar na cavidade abdominal, provocando inflamação grave (peritonite).

Quais são as causas da obstrução biliar?

Pode haver cólicas biliares quando os cálculos causarem obstruções parciais. Obstruções completas provocam dilatação de vias biliares, icterícia e, algumas vezes, infecção bacteriana (colangite). Cálculos que obstruem a ampola de Vater podem causar pancreatite biliar.

Quais são as causas da litíase biliar? Não há exatamente uma causa que leve à formação de pedras na vesícula. Geralmente, o processo ocorre quando a bile não consegue dissolver a quantidade de colesterol anteriormente excretada pelo fígado. Neste caso, o excesso do colesterol se transforma em pequenos cristais e, posteriormente, em pedras.

Quais são os fatores de risco dos cálculos biliares?

Quais são os fatores de risco dos cálculos biliares? Vários aspectos podem influenciar no desenvolvimento das pedras na vesícula, entretanto, ter um ou mais fatores de risco não é uma sentença absoluta para a colelitíase. Entre as características que aumentam a propensão estão as seguintes:

Quais são as doenças do trato biliar?

Quais são as partes anatômicas da vesícula biliar?

O saco pode acomodar 25 - 30 mL de bile sob circunstâncias normais; mas pode expandir até 50 ml. Existem três partes anatômicas da vesícula biliar. De lateral para medial, estes são o fundo, corpo e colo (infundíbulo). O fundo é a parte mais lateral da vesícula biliar.

Quais são os sintomas de problemas na vesícula biliar?

Além disso, a quantidade de bile liberada depende do volume de gordura a ser digerido e da quantidade de colecistocinina produzida pelo intestino. O principal sintoma de problemas na vesícula biliar é a dor do lado direito da barriga que se inicia de forma repentina ou intensa, principalmente após consumir uma refeição gordurosa.

Qual a diferença entre vesícula biliar e canal cístico?

Na parede do colo da vesícula biliar e na parede do canal cístico, o músculo se dispõe em maior quantidade do que no resto da mesma. O canal biliar é um conduto que se estende do ponto de junção do canal cístico com o canal hepático até ao duodeno.

Qual a diferença entre a vesícula biliar e o epitélio do estômago?

Cada célula assemelha-se à sua vizinha, fazendo lembrar, por esse aspecto, o epitélio do estômago. As células da vesícula biliar, todavia, não são iguais às que revestem o estômago. Elas lembram mais as células absorventes do intestino delgado, e assim como elas, são providas de borda estriada.

Postagens relacionadas: