Carta de despedimento pdf

carta de despedimento pdf

Como fazer uma carta de despedimento?

Mesmo quando existe uma relação de proximidade com a entidade empregadora, e mesmo que esta saiba que é intuito do trabalhador vir a despedir-se, é sempre obrigatório apresentar uma carta de despedimento. Tenha em conta que o seu tom de escrita, deve ser sempre o mais cordial possível no momento de se dirigir à entidade empregadora.

Como fazer um pedido de despedimento?

Finalmente, deverá entregar a carta de despedimento diretamente ao seu superior hierárquico ou, não sendo possível, junto do departamento de recursos humanos da sua entidade patronal. Em seguida deixamos alguns modelos de cartas de despedimento que poderá fazer uso.

Quais são os prazos para o despedimento?

Tal como pode ser verificado nos exemplos das cartas de despedimento acima, nos contratos sem termo, este prazo é de 30 dias para trabalhadores com antiguidade até 2 anos e 60 dias se a antiguidade for superior a 2 anos. Nos contratos a termo certo, todos estes valores são reduzidos para metade.

Qual é o primeiro modelo de carta de desemprego?

O primeiro modelo trata-se de uma carta simples e generalista, ela serve para praticamente todas as situações de desemprego e para todos os cargos de trabalho. É o modelo geral.

Qual a importância da Carta de despedimento?

Pode comunicar a sua intenção verbalmente às suas chefias, no entanto o pedido de despedimento deverá ser formalizado por escrito. Embora possa parecer simples, redigir uma carta de despedimento e enviá-la com a antecedência que a lei exige (o chamado aviso prévio) pode ser desafiante.

Como apresentar a carta de despedimento via e-mail?

Neste caso, pode perfeitamente apresentar a sua carta de despedimento via e-mail, pelo menos caso a empresa em questão tenha um endereço de e-mail profissional. Porém, existem coisas que trabalham bem da maneira mais simples, pelo que recomendamos sempre que entregue o seu despedimento via carta normal.

Como fazer um pedido de despedimento?

Finalmente, deverá entregar a carta de despedimento diretamente ao seu superior hierárquico ou, não sendo possível, junto do departamento de recursos humanos da sua entidade patronal. Em seguida deixamos alguns modelos de cartas de despedimento que poderá fazer uso.

Quais são os prazos para o despedimento?

Tal como pode ser verificado nos exemplos das cartas de despedimento acima, nos contratos sem termo, este prazo é de 30 dias para trabalhadores com antiguidade até 2 anos e 60 dias se a antiguidade for superior a 2 anos. Nos contratos a termo certo, todos estes valores são reduzidos para metade.

Como fazer um despedimento sem imprevistos?

E para que tudo decorra sem imprevistos, deve ter sempre em conta o tipo de contrato de trabalho, pois isso irá influenciar o tempo de pré-aviso. Além disso, e como o processo de despedimento pode ser já de si difícil, damos uma ajuda extra, partilhando dois exemplos de cartas de despedimento, de acordo com a situação: com ou sem justa causa.

Quais são os direitos a receber em caso de despedimento?

Direitos a receber em caso de despedimento: férias e subsídios. Depois da cessação de contrato, o trabalhador tem direito à retribuição do período de férias proporcional ao serviço prestado, bem como ao respetivo subsídio. O artigo continua após o anúncio. Caso o contrato cessar antes de terem sido gozadas as férias vencidas no início do ano, ...

Qual é a justa causa para o despedimento?

O artigo 351.º do Código do Trabalho determina que é considerado justa causa para o despedimento: A desobediência ilegítima às ordens dadas por responsáveis hierarquicamente superiores; A violação de direitos e garantias de trabalhadores da empresa; A provocação repetida de conflitos com trabalhadores da empresa;

Qual a diferença entre despedimento coletivo e despedimento temporário?

Contrato sem termo: em caso de despedimento coletivo, o trabalhador tem direito a ser compensado no valor correspondente a 12 dias de retribuição base e diuturnidades por cada ano completo de antiguidade. Contrato a termo ou temporário: o trabalhador tem direito a 18 dias de retribuição base e diuturnidades, por cada ano completo.

Postagens relacionadas: