Consulta do viajante coimbra

consulta do viajante coimbra

Como funciona a consulta do viajante?

Faça a Consulta do Viajante. As questões da saúde são importantes demais para ficarem na mão de pseudo-especialistas em “Consulta do Viajante”. A consulta do viajante dá-lhe conselhos sobre vestuário a usar, como se proteger, cuidados a ter com a água e alimentação.

É verdade que a consulta do viajante pode ser feita em clínicas privadas?

Enquanto viajantes, fazemos sempre a consulta do viajante antes de nos lançarmos numa nova aventura. Não é preciso usar os serviços de hospitais ou clínicas privadas. Nós usamos o SNS para a Consulta do Viajante e nunca pagámos mais do que 7€/consulta do viajante, já com a toma das vacinas que são gratuitas no PNV na Consulta do Viajante.

Como funciona a consulta do viajante do distrito de Aveiro?

Foi por isso que decidiu ir à Consulta do Viajante/Centro de Vacinação Internacional do distrito de Aveiro. Um serviço, inaugurado há um mês, que funciona num edifício contíguo ao Centro de Saúde de Aveiro. A nova estrutura vai evitar que, anualmente, cerca de 1500 pessoas se desloquem ao Porto ou a Coimbra.

Qual o preço da consulta do viajante nos serviços de saúde privados?

O preço da consulta do viajante nos serviços de saúde privados é de aproximadamente 50 a 70€. É recomendado que, antes de viajar, obtenha um seguro de viagem e de saúde que cubra o maior número possível de riscos, como despesas médicas no destino ou evacuação de emergência caso se trate de uma situação grave.

Qual a importância da consulta do viajante?

A consulta do viajante permite o planeamento de algumas situações relacionadas com a saúde do viajante. Na prática, o viajante é informado dos riscos da viagem e das medidas preventivas que deve adotar antes, durante e depois da viagem.

Como consultar o viajante antes da viagem?

A consulta do viajante deve ser realizada preferencialmente 4 a 6 semanas antes da data da viagem, principalmente nos casos em que é necessária vacinação. Aquando da consulta, o utente deve fazer-se acompanhar do boletim de vacinas e da lista dos medicamentos que toma regularmente.

Quanto custa a consulta do viajante?

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) tem consulta de viajante com apenas o pagamento da taxa moderadora, na generalidade 7€, que inclui a consulta do médico especialista em medicina tropical e um centro de vacinação gratuita para as vacinas cobertas pelo Plano Nacional de Vacinação na Consulta do Viajante.

É verdade que a consulta do viajante pode ser feita em clínicas privadas?

Enquanto viajantes, fazemos sempre a consulta do viajante antes de nos lançarmos numa nova aventura. Não é preciso usar os serviços de hospitais ou clínicas privadas. Nós usamos o SNS para a Consulta do Viajante e nunca pagámos mais do que 7€/consulta do viajante, já com a toma das vacinas que são gratuitas no PNV na Consulta do Viajante.

Quanto tempo antes da viagem devo ir à consulta do viajante? Independentemente do tipo de consulta do viajante que escolher (seja online ou presencial), saiba que a mesma deve idealmente ser feita 4 a 6 semanas antes da data de partida. É preciso marcar consulta com antecedência?

Quando e onde fazer a consulta do viajante?

Quando e onde fazer a consulta do viajante? A consulta do viajante deve ser realizada preferencialmente 4 a 6 semanas antes da data da viagem, principalmente nos casos em que é necessária vacinação. Aquando da consulta, o utente deve fazer-se acompanhar do boletim de vacinas e da lista dos medicamentos que toma regularmente.

Quais documentos são necessários para a consulta do viajante?

Os documentos necessários para a consulta do viajante são: o cartão de cidadão ou BI, o cartão de utente do SNS, o boletim de vacinas (caso não tenha ainda o eBoletim de Vacinas) e uma lista da medicação habitual. Deverá também levar documentação médica que ache pertinente.

Quanto tempo antes da viagem devo ir à consulta do viajante?

Quanto tempo antes da viagem devo ir à consulta do viajante? Independentemente do tipo de consulta do viajante que escolher (seja online ou presencial), saiba que a mesma deve idealmente ser feita 4 a 6 semanas antes da data de partida. É preciso marcar consulta com antecedência?

Quais são as “dicas” de outros viajantes?

As “dicas” de outros viajantes podem ser úteis na determinação da necessidade ou não duma Consulta do Viajante. Por exemplo, se tiver uma saúde de ferro e o seu destino de viagem é um país da União Europeia, provavelmente pode dispensar a consulta. Pelo contrário, se sofrer duma doença crónica, a consulta torna-se crucial.

Postagens relacionadas: